Eu beijei um Cara que usa Crocs

Eu beijei um Cara que usa Crocs


Eu beijei um Cara que usa Crocs

 

Acredito que os hábitos e os costumes variam de uma família para outra, às vezes essas variações se devem às origens das pessoas: ao lugar onde nasceram, à região do país de onde vieram,  o contato com outras famílias e outros costumes, e devido a isso eu acabei me moldando diante da sociedade, e estranhamente eu não iria beijar alguém que usa Crocs, nem nos meus piores pesadelos, e isso tudo parte por aquilo que gostamos, e no que acreditamos que seja bonito ou feio visualmente. E sim, eu acho feio a Crocs... É um gosto pessoal, por aquilo que vivi e pelo que eu acho bonito hoje em dia, mas isso foi além de um simples encontro, um calçado que eu acho feio, e por eu ter beijado ele.


Quando eu fiquei solteira passei a realmente colocar defeitos em todos os  caras com que eu saía, talvez estava sendo exigente demais, sendo exagerada por querer encontrar uma pessoa que me supriria em tudo (o que era totalmente irreal pra mim, já que somente eu me supria), mas também tenho que levar em conta, que eu estava cansada de viver encontros estranhos, vai por mim nos meus encontros teve até um homem que enfiou o dedo no meu ouvido, enquanto eu conversava com ele, aquilo foi realmente bizarro. 


E mesmo com certos traumas dos encontros passados, eu decidi ter mais um encontro, e dessa vez com a mente mais aberta possível. Mas o encontro com ele iniciou completamente desconfortável, porque ele estava no celular, sendo que ele havia acabado de me mandar mensagem dizendo que estava no local me esperando, e enquanto ele estava na ligação, pediu para lhe esperar de uma forma nada agradável, foi nesse momento que eu pensei "Isso é cilada Bino, lá vem mais um encontro ruim!".

Então com o tempo que me restava ali, eu fiz o famoso raio x do look do cara (aonde na minha antiga concepção é quando podemos decifrar alguém) e nossa como eu havia me arrependido de ter aceitado aquele encontro, o cara estava de crocs, e isso mexeu com todos os meus sentidos de informação de moda, eu pensei "crocs é para quem trabalha em pé durante horas, ou para quem gosta de usar em casa para ficar confortável... Agora, em um encontro? Um encontro? Sério?" E após ele finalizar a ligação, começamos a conversar. No inicio pensei "esse cara nem ao menos deve saber puxar um assunto ou ser legal com alguém", e durante a nossa conversa, eu não parava de rir, e de verdade? foi um conversa tão boa, tão simples e tão espontânea, que eu nem vi o tempo passar tão rápido, ele não era rude como eu imaginava, pediu desculpas pela ligação e na hora até falou sobre isso.
E num desenrolar de várias conversas, ele tentou me beijar, e eu virei o meu rosto, não foi de propósito, é que eu nem notei que era o momento do beijo, eu só estava tão feliz com aquelas conversas que esqueci que estava em um encontro com um cara que ainda não tinha o beijado. Até que rolou, dizem que durante o beijo existe dopamina que nos faz sentir prazer e bem-estar, serotonina com a qual sentimos excitação e otimismo, epinefrina que aumenta a frequência cardíaca, o tônus muscular e o suor, por isso sentimos calor e a aceleração do coração e a oxitocina que gera afeto e confiança, essa eu já estava sentindo desde o início da conversa.


Mesmo eu tendo como regra de que não beijo no primeiro encontro (eu te disse que estava sendo exigente esses tempos) mas meu amor, eu até passaria a noite com aquele homem, porque ele estava sendo extremamente incrível, não era o Look dele e com certeza não era a Crocs que fazia ele ser, sem dúvida nenhuma, o cara que me chamou atenção naquela noite.


Derrepente estávamos em outro bar, e após ele voltar com outra bebida na mão, ele me fala que seu dente havia caído, nesse momento acho que qualquer pessoa sairia daquele encontro, ficaria pensando: Já basta a Crocs agora sem dente?.
Mas eu rir, e eu rir muito, não era tirando sarro, mas era toda a situação envolvida, e olha que eu nem estava bêbada para aceitar aquilo de mente aberta, eu simplesmente achei divertido, e isso seria uma ótima história para ser contada.
E quando percebi já estávamos no terceiro Bar que ele me apresentou, o mais engraçado é que ele estava super empolgado, com o dente caído e usando uma crocs, era uma junção que pra mim não iria fazer sentido nessa vida, mas eu estava realmente curtindo aquela noite.
E a noite acabou com ele me deixando em casa, e dando carona para um estranho que estava sem dinheiro para voltar pra casa.

No dia seguinte, ele me disse que acordou tão bem, e ficou pensando se não havia falado alguma besteira, porque estava tudo bem demais para ser verdade, e confesso que eu também pensei a mesma coisa.
Resumindo a história, eu não só beijei um cara que usa crocs, como também achei ele incrível. Com o passar do tempo, eu me apaixonei pelas suas falas, pelas suas piadas toscas, pelo seu caráter, até mesmo pelas atitudes que estranhamente eu não estava acostumada, ele é um cara que consegue dizer todos os seus defeitos logo de ínicio, sem joguinhos, sem mentiras, sem roteiro bonito (e vai por mim, os defeitos dele são tão bestas, que não chegava aos pés das pessoas que um dia me feriram) ele simplesmente é autêntico, embora eu não goste de sua crocs, eu gostei de verdade do cara que usa ela.
As roupas e os acessórios te define aos olhos de outras pessoas, e às vezes podemos perder a chance de conhecer uma pessoa incrível pelo o que ela está usando. É nesse momento que devemos parar e refletir sobre o que realmente importa na moda.

E você, já beijou alguém que usa Crocs?

 

 

Por: @fielaquatz

 Receba Novidades